domingo, 18 de janeiro de 2009

Como é correr a Maratona da Disney...parte 2

Ok, o Adriano Bastos ganhou de novo (sexta vez?!) e eu não ví. Foi assim também quando o Marilson venceu em NY-2006, eu não ví porque estava correndo.

Alguns dados que eu não citei no post anterior:
- tem água e Gatorade?! Tem água (Dasani, da Coca-Cola) e Powerade (um gatorade da Coca-Cola que aquí no Brasil é comercializado com o nome de Hidrotônico i9) em 22 postos durante a maratona;
- tem Powergel?! Tem gel Clif Shot Energy Gel em 3 postos, inclusive na chegada onde tambem tem Coca-Cola;
- tem frutas?! São 4 postos de comida (leia-se bananas) a partir da milha 13;
- o que mais?! Perto da milha 23 há distribuiçao de doces.
Tudo isso é da organização da prova, não estou falando dos voluntários que ficam no trajeto ajudando a organização com algum tipo de suprimento.

Parece fácil não?!
Bom, é preciso tomar cuidado pois o Powerade não é igual ao Gatorade. Nem o Clif Shot parecido com o Gú ou com o PowerGel. Portanto 2 elementos diferentes que podem fazer a diferença na corrida.

É uma corrida interessante para quem quer tirar férias. Uma maneira de combinar férias em família com corrida. Não que outra combinação não seja possível ou interessante (eu fui sozinho desta vez mas havia ido em Junho-2008 e Agosto-2005 com minha esposa para os parques) mas eu diria que Orlando não possui muitas opções para viajantes solitários.
Muito menos para corredores, as opções de lojas especializadas em material de corrida são poucas (2 ou 3 no máximo: FleetFeet, TrackShack e FrontRunning) além das lojas da SportsAuthority.

Restam as AppleStores para comprar os iPod Touch 2G que possuem sensores para o sistema Nike+ dispensando-os de conectar aquela pecinha que colocávamos no iPod nano, precisando apenas do sensor no tênis.
Ou se você não for da linha consumista (quando eu completo uma maratona, geralmente escolho algum presente para mim como forma de valorizar o esforço), pode pelo menos usar os equipamentos da Apple para ler as notícias do Brasil ou conversar via email já que o uso dos equipamentos assim como da rede Wi-Fi das lojas da Apple é gratuíta a todos.


E já que estamos falando sobre a Maratona da Disney, vale a pena ler a coluna do Mario Sergio na revista Runners World Brasil sobre um corredor brasileiro que foi bi-campeão da Disney em 98-99, e ele era padeiro!


Uma coisa que vocês podem não ter notado mas a Maratona da Disney:
- não tem participação da Nike (nem na feira de esportes seja direta ou através da TrackShack);
- não tem participaçõa da Gatorade (apesar da fábrica ser da região já que a formula foi criada para ajudar o time de futebol americando do Florida Gators, por isso o nome de Gatorade);
- não tem participação da PowerGel;
- não tem prêmios em dinheiro.

Em compensação tem muita gente que corre a Meia, a Maratona ou ambas (o Desafio do Pateta) num mesmo final-de-semana!
Gente como Keith Straw que já é bem famoso nos USA correndo ultras e martonas com seu "pink tutu, magic wand and pink saucony" (ou vestido rosa, varinha mágica e tênis saucony rosa). Keith foi matéria na Runner's World americana de Outubro.

2 comentários:

André Cruz - Xampa disse...

Essa historia do padeiro foi ótima.
Parabens pela corrida.

Mayumi disse...

Nooossa, um cara todo de rosa! E corre bem, este Keith? Poxa, quem me dera, um dia me vestir de cowboy e sair trotando numa maratona e ainda ultrapassar muita gente! Rsrsrs.

Meus posts...

Pessoal, eis meus posts.
Como todo blogueiro, peço que me desculpem caso escreva algo que não lhe agradem assim como me ajudem caso falte comentar sobre alguma coisa.
De resto: divirtam-se correndo pelo mundo!!!.